Como fazer impermeabilização de terraços

Dúvidas com o processo de impermeabilização de terraços? Veja neste post efetuar este trabalho com dicas de profissionais experientes.

Entenda que um dos procedimentos mais trabalhosos na hora de construir um prédio ou edifício que possua mais de um andar é a impermeabilização de terraços. O terraço é a parte de cima do edifício, que, na maioria das vezes, é esquecido, principalmente pelo fato de que dar uma utilização interessante para este local é muito trabalhoso. A prática de impermeabilização de terraços não é muito utilizada, principalmente pelo conhecimento de antigas experiências mal sucedidas. Mas é importante ter em mente que o serviço deve ser feito por pessoal capacitado. Neste caso, não há erro: o serviço dará certo.

Sendo assim, alguns passos podem ser dados para que você consiga realizar a impermeabilização de terraços de sua obra e obter sucesso nisso. É importante frisar que, se você deixar para fazer o serviço de impermeabilização somente depois da obra pronta, certamente gastará muito mais e levar mais tempo, além de haver a possibilidade de ter que mexer em estruturas físicas fixas e correr o risco de o serviço não ficar como o planejado.

Neste caso, realizar o procedimento durante a execução da obra é a escolha mais certa a se fazer. É uma bagatela e qualquer problema durante sua aplicação pode ser corrigido in loco pelos profissionais habilitados.

impermeabilização de terraços transitável

Procedimentos para impermeabilização de terraços

O primeiro passo para se aplicar um sistema de impermeabilização de terraços de forma correta é aplicar argamassa sobre a laje em declive de, no mínimo 0,5%, de forma que a água, ao se acumular, caia em direção às calhas, ralos ou outros coletores. Em seguida, deve-se aplicar a manta impermeabilizadora elástica, preferencialmente feita de PVC ou borracha.

Um procedimento importantíssimo a se fazer após a instalação da manta de impermeabilização é um teste para verificar se há algum local por onde a água está conseguindo ‘escapar’. Desta forma, é possível corrigir possíveis erros antes de prosseguir com a aplicação do sistema.

 

Isolante térmico para impermeabilização de terraços

Após a manta, a aplicação de um isolante térmico deve ser feita. Aliás, não é exatamente obrigatório, porém a utilização do isolante térmico é benéfica em dois sentidos. Primeiro porque garante um conforto maior no que diz respeito à temperatura interna dos cômodos abaixo do terraço. Em segundo lugar, o isolante térmico protege a manta impermeabilizadora das constantes variações de temperatura, garantindo uma vida útil muito maior.

 

Finalizando a impermeabilização de terraços

A camada final é, também, muito importante, pois é o procedimento final da aplicação do sistema de impermeabilização de terraços. Há duas opções que melhor se adaptam à situação. A primeira é terminar o revestimento com argamassa estruturada com uma tela metálica. A segunda é utilizar cerâmica clara que, obviamente, deve ser impermeável e antiderrapante. O rejunte deve ser elástico e impermeável. Ambos darão o toque final para um sistema de boa qualidade. Por isso, comprar materiais de boa procedência é fundamental para que o serviço seja completo.

 

Considerações finais

No fim das contas, ter um terraço impermeabilizado pode ser um diferencial, principalmente na hora de oferecer serviços mais requintados aos moradores ou hóspedes (de acordo com o tipo de empreendimento). Uma boa área de lazer ou mesmo um terraço verde são ótimas opções para dar utilidade a uma área, antes, praticamente descartada.

Passamos a palavra ao leitor!

Deixe seu comentário abaixo com sua opinião ou experiências em impermeabilização de terraços.

Desejamos a todos uma boa obra ou reforma!

 

Vídeo | Impermeabilização sobre piso cerâmico

https://youtu.be/Qiyz_29ZcLI

Deixe um comentário

*